06/01/2018
Representantes de associações estaduais realizam primeiro encontro do ano


O presidente da AMB, Jayme de Oliveira e os presidentes de associações estaduais, reuniram-se, nesta sexta-feira (5 de janeiro), na sede da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), em São Paulo, para discutirem o cronograma de ações do evento pela “Valorização da Magistratura e contra a reforma da Previdência” que ocorrerá em Brasília, no dia 1º de fevereiro.
 
Na mesa de abertura, estavam respectivamente o presidente da AMB, o presidente da Apamagis, Fernando Figueiredo Bartoletti, o coordenador da Justiça Estadual da AMB, Frederico Mendes Júnior, e o diretor de interiorização da Associação Nacional, Francisco Borges Ferreira Neto.
 
“Conseguimos reunir quase todos os presidentes das associações em pleno recesso. É importante trabalharmos unidos”, disse o presidente Jayme de Oliveira ao dar início à reunião. Na oportunidade, o magistrado fez uma breve explanação a respeito dos assuntos de interesse da magistratura, entre eles, os desdobramentos da reforma da Previdência, a importância da manutenção do diálogo com os deputados e senadores do Congresso Nacional, bem como com os ministros do Supremo Tribunal Federal.
 
Em seguida, informou que o evento de valorização da magistratura será realizado em parceria com a Frentas (Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público), no dia 1º de fevereiro, às 14h, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados em Brasília.
 
O coordenador da AMB e presidente da Associação dos Magistrados do Paraná (AMAPAR), Frederico M. Junior, falou sobre o objetivo do evento. “Esse ato conta com dois propósitos: manifestarmo-nos contra a reforma da Previdência e contra os ataques direcionados ao Poder Judiciário, que está sendo retaliado por fazer o seu trabalho na apuração de crimes. O Judiciário tem sofrido muitas retaliações, que vão desde a tentativa de se aprovar uma nova lei de abuso de autoridade e uma lei de violação de prerrogativas de advogados, que na realidade são uma tentativa de limitar ainda mais a atividade investigatória do Estado, especificamente da magistratura, do Ministério Público e da Polícia Judiciária”, ressaltou.
 
Outro tema tratado foi a realização do XIII Congresso Brasileiro de Magistrado, que acontecerá entre os dias 24 e 26 de maio deste ano, em Maceió/AL. O XIII Congresso Brasileiro de Magistrados é o mais tradicional evento da magistratura brasileira. De âmbito nacional, ocorre a cada três anos e se reveste de fundamental importância, com os mais significativos nomes do Direito, do Poder Judiciário e da sociedade civil.
 
Participaram da reunião o presidente da Associação dos Magistrados do Distrito Federal (Amagisdf), Fábio Francisco Esteves; da Associação dos Magistrados do Amapá (Amaap), Elayne da Silva Ramos Cantuária; da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), Gilberto Schäfer; da Associação dos Magistrados da Paraíba (Ampb), Maria Aparecida Sarmento Gadelha (presidente) e Leila Cristiane Freitas e Souza (vice-presidente); da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis), Maurício Torres Soares; da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), Ney Costa Alcântara de Oliveira; da Associação Cearense de Magistrados (Acm), Ricardo Alexandre da Silva Costa; da Associação dos Magistrados do Pará (Amepa), Silvio Cesar de Santos Maria; da Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego), Wilton Müller Salomão; representando a Associação Mato-Grossense dos Magistrados (Amam), a desembargadora Clarice Claudino da Silva; da Associação dos Magistrados de Pernambuco (Amepe), Gleydson Gleber Bento Alves de Lima Pinheiro (presidente) e Eudes dos Prazeres França (vice-presidente); da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac), Luís Vitório Camolez; da Associação dos Magistrados de Sergipe (Amase), Antonio Henrique Almeida Santos; da Associação dos Magistrados de Tocantins (Asneto) e vice-presidente da AMB, Julianne Freire Marques; da Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul (Amamsul), Fernando Chemin Cury; da Associação dos Magistrados do Maranhão (Amma), Angelo Antonio Alencar dos Santos; o vice-presidente da Associação dos Magistrados de Rondônia (Ameron), Dalmo Antonio de Castro Bezerra; da Associação dos Magistrados Piauienses (Amapi), Thiago Brandão de Almeida; da Associação dos Magistrados de Roraima (Amarr), Renato Albuquerque; da Associação dos Magistrados Catarinenses (Amc), Osvaldo João Ranzi (presidente em exercício) e Jussara Schittler dos Santos Wandscheer (vice-presidente); a diretora cultural da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon), Lúcia Maria Correa Viana; o diretor executivo da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar) e Tesoreiro da AMB, Nicola Frascati Junior; e o vice-presidente da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), Orlando Faccini Neto.
 
Outros presidentes e representantes acompanharam a discussão a distância, destacando que todos estão irmanados nos mesmos propósitos de defender uma reforma da Previdência justa e adequada ao serviço público e combates os ataques constantes que o Judiciário tem sofrido constantemente.
 
AMB

Mais Notícias



Convênios
Ver todos
Plano UNIMED
Formulários de adesão e exclusão.

Receba as novidades da AMPB



Atualize seu cadastro


AMPB - Associação dos Magistrados da Paraíba

Av. João Machado, Nº 553, Centro, Empresarial Plaza Center, 3º andar, Sala 307, João Pessoa - PB, CEP: 58030-520.

Fone/Fax: (83) 3513-2001

Jornalista Responsável: Jaqueline Medeiros - DRT-PB 1253




© 2018. Todos os Direitos Reservados. AMPB - Associação dos Magistrados da Paraíba

Av. João Machado, Nº 553, Centro, Empresarial Plaza Center, 3º andar, Sala 307, João Pessoa - PB, CEP: 58013-520.
Fone/Fax: (83) 3513-2001
Jornalista Responsável: Jaqueline Medeiros - DRT-PB 1253